H

 


Dicas de Saúde


O Frio

 

Geralmente associado ao inverno, o frio pode aparecer em qualquer época do ano, sobretudo depois do pôr-do-sol.

 

Sabemos que quando a temperatura externa está muito baixa (yin), o nosso organismo esforça-se para manter o calor interno (yang).

 

O frio pode provocar rachaduras nos lábios e ressecamento e escamação na pele. Embora, a principio, o frio possa estimular o fluxo sanguíneo e os níveis de energia, logo depois esses níveis caem vertiginosamente para conservar o corpo aquecido, daí resultando uma pele esmaecida e até mesmo azulada. Preserve sua pele do frio externo usando roupas apropriadas e loções protetoras.

 

Os sintomas do frio interior excessivo incluem perda de apetite, má digestão, dores articulares ou artrite inflamatória, insensibilidade nos pés e mãos, memória fraca e fadiga. Essas condições revelam fraqueza geral ou metabolismo lento. Embora o excesso de frio interior seja causado frequentemente por desequilíbrios dietéticos (sobretudo o consumo exagerado de alimentos que contém energia fria), ele as vezes se deve a moléstias longas, cirurgias ou mesmo gravidez e parto. Ervas e especiarias de energia yang (cravo, canela, cardamomo, gengibre, manjericão, alecrim e salvia) devem ser usados para fazer chás e temperar os alimentos, pois geram calor interior e proporcionam o alívio dos sintomas relacionados ao frio.

  





 

   

IMCA - Instituto de Medicina Tradicional Chinesa
Rua Engenheiro Francisco Azevedo, 836- V. Madalena | São Paulo | SP | 11 3672.9335/11 3672.6573

© Copyright 2010 | Todos os direitos reservados